Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Questões de Equipamento - V - Boné/Cap

por CityJogger, em 09.03.10

 

 

Tenho a certeza que todos os corredores têm os seus fetiches. O meu é usar sempre o boné. Tenho um adidas flexível, que é muito prático de tirar e dobrar para pôr entalado nos calções ou calças, quando fica demasiado calor. 

 

Mas um boné serve sobretudo para nos proteger do sol e da chuva. Trata-se de um acessório essencial ao equipamento principal de jogging. Aerodinamicamente, pode ser usado com a pala para trás em dias claros e com a pala para a frente em dias de chuva, sem grandes problemas.

 

Devo dizer que actualmente a escolha destes equipamentos é bastante difícil e há uma moda (má) de palas rígidas que eu sinceramente não percebo. Uma pala flexível é bem mais confortável de usar e de manipular rapidamente (colocar nos calções/calças).  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:55

 

 

Uma das opções mais importantes que podemos fazer, no que toca ao nosso equipamento de corrida, é a escolha das t-shirts e/ou camisas de corrida. Há quem prefira (como eu) usar sempre t-shirts, porque são mais cómodas e leves, mas os princípios que levam à escolha na compra final são afinal os mesmos, no que diz respeito às duas. 

 

Todas as t-shirts de "running" modernas são construidas com tecidos leves e com sistemas de perfuração microscópica, que deixam a pele "respirar" através do tecido. Esta foi, provavelmente, a maior inovação tecnológica nestes equipamentos na última década e agora encontra-se até nos modelos mais baratos. E de facto, comparando com uma t-shirt antiga, é muito mais confortável correr com uma t-shirt perfurada, que nunca aumenta de peso e nos ajuda a transpirar. 

 

Há que lembrar que o corpo é já a máquina perfeita de corrida. Temos os ténis perfeitos (os nossos pés) e orgãos perfeitos para a acção de correr, pernas compridas, grupos musculares adequados, amortecimento da passada para os grupos musculares através do esqueleto, capacidade de respirar independentemente do ritmo cardíaco, pele que possuí um sistema próprio de arrefecimento (o suor), etc...

 

Quanto a mim o equipamento de corrida deve ser o mais leve e menos intromissivo possível. Por isso advogo o uso de t-shirts muito leves, quanto mais leves melhor. E há imensa escolha hoje em dia. Se possível escolham também cores fortes, como os azuis ou os laranjas, porque ajudam quem corre na rua a ser visto pelos automobilistas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35

 

 

É normal para qualquer corredor ficar um pouco obcecado com os tempos que faz nos treinos. Embora muitos de nós possamos correr apenas por "desporto" e para manter uma forma razoável, não há como fugir da curiosidade de saber se conseguimos ultrapassar determinada barreira, ou até se conseguimos manter o mesmo ritmo ao longo de meses ou mesmo anos de treino. 

 

Há dois lados nesta história: quanto a mim cronometrar uma corrida não deve retirar o prazer que temos em correr, e isso pode ocorrer quando ficamos demasiado preocupados com o nosso tempo. Há que medir a satisfação do treino sobretudo pelo prazer que retiramos dele e podemos deixar de ter prazer se ficamos insatisfeitos com o nosso tempo. 

 

O uso do cronómetro de pulso deve portanto ser moderado e um complemento ao nosso regime de treino, satisfazendo a nossa curiosidade mas nada muito além disso. Claro que estou a falar de treinos de corredores não-competitivos.

 

Um bom cronómetro será um aparelho muito leve (há alguns desenhados para o mergulho que servem perfeitamente), preferencialmente à prova de água para suportar aqueles dias de chuva que vão de certeza aparecer. 


Adicionalmente haverá quem opte também por um contador de pulsações. É importante perceber que estes aparelhos não são muito confortáveis de usar e podem tirar o tal prazer da corrida (é mais um número a controlar). Como se vê na foto que coloquei, podemos perfeitamente "ler" as pulsações manualmente. Eu pessoalmente não controlo pulsações, mas compreendo quem o queira fazer, porque o rendimento do treino depende certamente do ritmo cardíaco - demasiado baixo e pode não se obter resultados, demasiado alto e pode dar azo a problemas de saúde. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:11

 

 

Ao correr, sobretudo no Inverno e/ou com temperaturas mais baixas, é essencial ter várias opções para protecção térmica das pernas. Devido a questões de conforto, mas também de performance - músculos mais frios estão mais propensos a originarem lesões musculares. 

 

Da minha observação - e experiência pessoal - é muito mais confortável correr com calções curtos (sem perna). São o melhor acessório, no que diz respeito ao baixo peso e pela maneira como não obstruem o movimento da perna junto à virilha. No entanto, no Inverno é essencial ter um bom par de calças de licra (como as da imagem), leves e que "respirem" devidamente. Todos os novos equipamentos possuem micro-furos no tecido que permitem a respiração da pele e evitam o desconforto do suor acumulado. 

 

Para quem correr com sol, nada bate um bom par de calções leves. 

 

Mas mais à noite é preciso equiparmo-nos com um bom par de calças leves, bem justas às pernas, de preferência elásticas. Podem não ser tão confortáveis, mas permitem correr em condições atmosféricas piores (vento e chuva) e proteegem os músculos do frio. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:03

Questões de Equipamento - I - Os Ténis

por CityJogger, em 26.01.10

Vamos começar hoje uma série de posts dedicados ao equipamento de jogging/corrida. 

 

Começamos com o equipamento mais essencial a um corredor: o calçado. E convém, desde já, esclarecermos que o CityJog é um blog ligado mais à corrente Forefoot Running, ou seja, acreditamos que é importante ter em consideração o seguinte:

  • O pé humano evoluiu naturalmente para andar e para correr. 
  • O pé humano não precisa de ajuda (leia-se apoio extra) no calçado
  • O calçado deve ser o mais "natural" possível, biomecânicamente

Em resumo, os ténis devem proteger o pé, mas não devem alterar a biomecânica básica do mesmo. Demasiada espuma de apoio ao impacto, por exemplo, pode alterar a biomecânica da passada, originando lesões graves.

 

A questão é que o pé humano já é ideal para correr. E quando corremos descalços podemos observar que o apoio da passada é feito, não com o calcanhar, mas com a parte média ou posterior do pé. Isto leva a que o impacto da passada se transmita, não para os joelhos e ancas de forma directa, mas para os gémeos e outras musculatura, de forma gradual. 

 

Pessoalmente, na compra de ténis para jogging, aconselho o menos apoio possível na sola. Aliás, os grandes fabricantes, como a Nike, já vendem calçado "minimalista", como os Lunar Glide por exemplo (na imagem). Estes ténis oferecem um "apoio natural" ao pé, não forçando a passada para um apoio no calcanhar. Isto minimiza as lesões e reforça um estilo de corrida natural. 

 

Claro que joggers que não usem este estilo de corrida devem ter um grande cuidado quando evoluem para o mesmo. Mas em breve escreveremos sobre isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:15


Adsense


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D