Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O que define um competidor?

por CityJogger, em 26.03.12

 

 

Num mundo cheio de vontade de apostar, o espírito competitivo é algo difícil de definir e, no entanto, é o que está verdadeiramente no centro da motivação de qualquer corredor. Porque é que corremos? Alguns correm para se superarem, outros correm para se sentirem melhor fisicamente, outros ainda para ultrapassarem obstáculos do seu passado. É neste sentido que eu defendo que cada um de nós, enquanto corredor, é um competitor nato, preparado para desafiar cada dia, cada lesão e cada prova. 

 

Acho particularmente importante realçar que um competitor não precisa de competir contra outros para expressar este espírito competitivo. Basta levarmos um cronómetro, ou então termos uma meta a atingir - uma distância por exemplo. Lembro-me perfeitamente bem dos meus primeiros tempos como corredor, em que cada obstáculo era definido por distâncias curtas que eu conseguia ou não fazer sem parar. Temos de compreender que a competição nos ajuda a sermos melhores e a melhorarmos a nossa corrida - sem desafios não há motivação e muitas das vezes o desafio pode apenas ser continuar a correr sem lesões, estar saudável e em forma razoável. Diminuir os níveis de stress através de exercício contínuo - eis o que eu considero o último e mais básico dos desafios que podem motivar qualquer corredor. 

 

É fácil de ver que aqui as apostas são altas mas a um nível individual. É uma corrida interna, em que nós apostamos em nós mesmos com o máximo de retorno assegurado logo à partida. E se vão competir com outros corredores em provas oficiais lembrem-se: a competição ocorre todas as vezes que saiem para correr, lutando contra os elementos, a fadiga, a preguiça, a falta de tempo ou as lesões. Vocês, por serem corredores, já são, por natureza, grandes competidores. 

 

Alguns pontos a realçar quando vamos a sério para uma competição: 

  • Lembrem-se que os outros corredores são também competidores
  • A competição é, em primeiro grau, contra nós próprios e em favor dos nossos objectivos
  • Vencer pode ser um conceito relativo - há pequenas e grandes vitórias
  • Perder também é um conceito relativo - para mim, perder uma corrida é sair lesionado
  • A competição nunca se deve sobrepor ao prazer da corrida
  • Se temos de escolher entre um bom tempo ou a nossa saúde, escolham sempre a saúde e abrandem
  • Não corram a corrida dos vossos concorrentes, corram a vossa corrida
  • A melhor estratégia numa corrida é uma estratégia pré-corrida que se pode adaptar dinâmicamente à corrida
Queria realçar este último ponto, que acho seja muito importante: quando vamos para uma competição é preciso ter a clara noção de que estamos no meio de outros competidores mas com uma estratégia pessoal, por exemplo acabar num determinado tempo ou posição. As corridas são muitas das vezes imprevisíveis, o nosso corpo pode reagir mal, pode estar mau tempo ou acontecer um imprevisto no percurso ou uma lesão. A nossa estratégia pré-corrida tem por isso de ser dinâmica e adaptar-se normalmente a qualquer imprevisto. Não é saudável termos o objectivo fixo antes de iniciarmos a competição - todos os objectivos devem por isso mesmo ser dinâmicos.

Este post foi gentilmente patrocinado pela bwin

Façam as vossas apostas de desporto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20


Adsense


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D