Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Correr depois dos 40 anos, é possível?

por CityJogger, em 13.08.18

WomanRunning.jpg

Por muito que nos esforcemos, a idade não perdoa e isso é particularmente importante para quem pratica alguma forma de desporto e quer manter a sua forma ao longo do tempo. Cada modalidade tem as suas particularidades no que toca a lesões que resultam de esforço contínuo: o ténis afecta mais o cotovelo, a corrida os joelhos/articulações, etc. 

 

Penso que a longevidade de um desportista (no nosso caso um(a) corredor(a)) tem a ver com diversos cuidados. Começando pela nutrição - é importante destacar que o peso do corredor influi directamente na forma como as suas articulações vão ficar ao longo do tempo, porque cada passada as pressiona e coloca em risco. Peso excessivo coloca mais pressão sobre as articulações e proporciona um maior nível de lesões físicas. Depois há que ter em conta os ritmos de treino. Atletas mais leves podem suportar ritmos mais elevados (sobretudo em termos de intensidade e velocidade) do que atletas mais pesados, sem risco elevado de lesões das articulações. Por isso deve-se sempre ponderar o factor peso/ritmo. 

 

É perfeitamente possível correr depois dos 40 (e 50, 60, etc), desde que tenhamos sempre em mente a nossa condição física e pensemos sempre como o nosso corpo vai reagir. É normal ter algumas dores e mesmo correr com elas, mas devemos sempre ouvir o corpo e reagir de forma adequada. As articulações vão-se queixar e serão a principal preocupação nestas idades. Como disse antes, é essencial adequar os treinos ao nosso peso. 

 

Depois dos treinos também é aconselhável combater a inflamação, colocando gelo nos joelhos por exemplo. Bastam 5 minutos, sobretudo se existirem queixas. Treinos localizados de fortalecimento de músculos das pernas (por exemplo gémeos) podem também ajudar as articulações a lidarem com o impacto da passada. Não se esqueçam que é normal perdermos performance quando ficamos mais velhos, claro que já não teremos o ritmo da juventude, mas adequando o ritmo à idade, peso e outros factores importantes, poderemos correr até à nossa velhice :)

 

Boas corridas!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:44


Adsense


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D