porque o melhor da vida passa a correr
comentar
publicado por CityJogger, em 26.04.10 às 15:21link do post | favorito

 

Não sou - longe disso - apologista de tomarmos muitos medicamentos. Aliás, penso mesmo que no âmbito desportivo, os atletas (e os desportistas amadores em geral) devem aprender a conviver com as lesões e com as dores. Não raras vezes será necessário corrermos com dores, ou corrermos mesmo para ajudar a debelar lesões persistentes.

 

Mas isso não quer dizer que alguns medicamentos não nos possam ajudar a correr de maneira mais saudável.

 

Lembrei-me de abordar este assunto, destacando especialmente um deles: o ibuprofeno.

 

A maior parte dos joggers vai ter lesões mais ou menos sérias e a maior parte delas têm uma sintomatologia inflamatória.

 

Devo, já agora, salientar que eu não sou um perito, nem tenho formação médica, pelo que esta é apenas a minha opinião pessoal e reflecte a minha experiência pessoal, que não deve servir de exemplo para quaisquer diagnósticos ou tomas de medicamentos sem conselho médico ou farmacêutico.

 

O ibuprofeno é um medicamento que pode ser adquirido em forma de genérico e que combate a inflamação de maneira eficaz e rápida. Nos casos em que sofri lesões de pequena/média gravidade, sobretudo nos tendões de aquiles, estes comprimidos mágicos serviram para aliviar rapidamente os sintomas e voltar à normalidade. Mas é importante salientar que as doses são muito importantes, sendo essencial uma toma reforçada inicial (2 comprimidos em cada toma, 3 tomas diárias) para que a inflamação seja combatida de forma eficaz. Sendo vendido (ao que sei) sem receita médica, torna-se um bom amigo para qualquer corredor, profissional ou casual.




pesquisar